Os 5 Princípios do Reiki

Os 5 Princípios do Reiki são nada mais nada menos que convites feitos por Mikao Usui aos reikianos.

Todos começam por “Só por hoje…”, uma chamada de atenção para a importância do aqui e agora.

1º Princípio: Só por hoje, não te zangues
Este primeiro princípio convida-nos a começar a trabalhar internamente, para compreendermos as razões que originam a zanga e a raiva.
Por se tratar de uma energia negativa, a raiva é uma espécie de bloqueadora das energias de cura, o que prejudica todo e qualquer tratamento.

2º Princípio: Só por hoje, não fiques preocupado
Este princípio lembra-nos de que tudo o que acontece na nossa vida possui uma razão, já que tem sempre uma lição para nos ensinar. Devemos, assim, saber confiar em nós próprios e no Universo.
Perdemos muito tempo, que é precioso, quando lamentamos o passado e ficamos ansiosos com o futuro. Devemos focar-nos no presente e no que podemos fazer com ele.

3º Princípio: Só por hoje, sê grato
Acima de tudo, mostra gratidão por tudo o que recebes e aprende as lições que te dão as situações que correm menos bem.
Só o verdadeiro sentimento de gratidão poderá atrair abundância em todos os sentidos. Por isso, para que possamos conquistar um bem-estar físico, emocional e espiritual precisamos primeiro saber agradecer.
Muitas vezes, olhamos para aquilo que nos falta e pedimos, pedimos, pedimos, mas esquecemo-nos de agradecer pelo que já temos.

4º Princípio: Só por hoje, trabalha com dedicação e honestidade
Quando somos honestos com os outros, somos acima de tudo honestos connosco mesmos.
Quando recebemos um trabalho para fazer, independentemente da sua natureza, devemos executá-lo da melhor forma, sem jamais prejudicar outra pessoa para atingirmos as nossas metas e objetivos.

5º Princípio: Só por hoje, sê gentil e bondoso com todos os seres vivos
Começa por ser gentil e bondoso contigo, para que saibas e consigas sê-lo com os outros.
A gentileza é considerada como o amor em ação. Todos nós adoramos receber atitudes gentis e sabemos como nos sentimos bem com elas. E a lei do retorno aplica-se: recebes o que dás.

Artigo publicado por

Do seu interesse

Artigos relacionados

Menu